17 fevereiro 2013

Em busca da verdade - capítulo 6

Dezoito dias desde aquele sonho esquisito com Joe. Eu o evitava ao máximo, pois alguma coisa em mim fervia em sua presença e só da possibilidade daquele sonho se tornar realidade já era um pesadelo pra mim.
O quê? Se eu denunciei ele por causa da bofetada? Claro que não, seria o mesmo que dedurar pros meus pais adotivos aonde eu to e isso é a última coisa que eu quero.
Taylor: tem certeza de que pode ficar aqui sozinha?
Demi: tenho, podem ir sossegados!
Taylor: mas você não quer nem passear um pouco, se distrair? - perguntou, se voltando para o espelho novamente enquanto eu o assistia, sentada em minha cama do hotel onde estávamos hospedados aquela noite, um pouco menos agradável, depois de duas cidades, foi o melhor que conseguimos arranjar e os meninos estavam se preparando para mais uma festa, a terceira no mês -
Demi: você sabe que eu não curto muito festas, Taylor! - havíamos nos tornados bons amigos desde aquele dia, Taylor sabia escutar e era um ótimo conselheiro, sem contar que nunca me deixava sozinha, só quando eu pedia isso -
Taylor: então tá, garota nerd, curta a companhia de seus livros que eu curto a companhia de umas gatas! - disse, saindo e eu ri, fechando a porta. Me virei e encarei meu quarto vazio, respirei fundo e desliguei a luz, caminhei até a cama e tentei relaxar pra ver se consigo dormir -

Depois do que eu suspeito ser uns trinta minutos depois, ouço o toque de um celular, mas não podia ser o meu, deixei ele em casa pra que ninguém me encontrasse. Procurei o objeto por todo lugar, mas não encontrava, até que o vi embaixo da cama, segurei e era Zac ligando, resolvi não atender e por no silencioso assim que parasse de tocar, pus no bolso e fui até o saguão do hotel. Perguntei ao porteiro onde ficava a boate mais próxima, ele disse que era no próximo quarteirão e assim eu fui, a rua estava muito fria e eu abracei meu corpo na tentativa frustada de me aquecer. Cheguei no estabelecimento e a música tocava muito alta, bêbados por todos os lados, pessoas se agarrado, é...com certeza não é meu ambiente preferido!
Finalmente avistei Taylor ao longe, ele bebia alguma coisa junto de Liam, Jerry e Joe, estavam perto do bar. Com muita dificuldade consegui chegar até eles, as pessoas estavam muito juntas umas as outras.
Taylor: mudou de ideia, Devonne? - disse, sorrindo, assim que me viu -
Demi: não, vim devolver isso! - entreguei o celular pra ele - Zac tá ligando sem parar! - avisei e ele riu -
Taylor: obrigada!
Liam: fica um pouco, Demi? Curte a festa! - sugeriu e eu estreitei os olhos -
Demi: não, obrigada, meus livros são mais divertidos!
Jerry: e você vai sozinha pro hotel, a essa hora da noite?
Demi: e eu tenho outra escolha? - Joe, que assistia a cena, respirou fundo e veio até mim -
Joe: vamos, eu levo você!
Demi: tem certeza? Eu não quero ser um fardo pra você! - disse, irônica e ele revirou os olhos -
Joe: vamos, logo, garota! - saiu me puxando pelo braço com grosseria -

(...)

Demi: tá legal, por que se ofereceu? - disse, quebrando o silêncio que se formara desde que saímos da boate -
Joe: você acreditaria se eu dissesse que estou tentando me redimir com você? - perguntou e eu neguei - mas é a verdade!
Demi: você tá arrependido por ter me batido e me chamado de vadia? - lembrei, ele me olhou e parou, respirou fundo antes de continuar -
Joe: é, é isso!
Demi: ual! - foi tudo o que consegui liberar como reação -
Joe: não precisa me perdoar agora, apenas me perdoe! - eu encarei naquele momento, analisando sua feição para decidir se acreditava ou não, mas algo em mim insistia desesperadamente para que eu o perdoasse -
xxxxx: passa a carteira! - um cara armado disse, surgindo na nossa frente, apontando a arma para nós dois -
Joe: calma, calma! - disse, me puxando para trás dele -
xxxxx: não me pede calma, porra, só me dá a porcaria da carteira ou eu mato você e sua namorada!

Eu pensei que ele iria obedecer e fazer o que o assaltante disse, mas pelo contrário, ele reagiu!!

Próximo capítulo....

Gente, eu vim pra casa do meu pai só pra postar e aqui está, espero que tenham gostado!
até semana que vem!
Beijusss
ah, obrigada a Jéss e Andreia pelo selinho, depois repasso!;)
Não dá tempo de eu responder os comentários, no próximo eu respondo TODOS!kk
bijim!*-*

8 comentários:

  1. o my god, esse cara que ta assaltando, véy, me segura se não eu bato nele, se eu fosse a Demi, não iria perdoar esse putinho do joe.
    não perdoaria mesmo,
    kkkkk
    posta anjooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk
      nem eu, mas ele tava bêbado e ela também não foi muito legal com ele!kkk
      postado, amore!

      Excluir
  2. Ele reagiu... Omg *-----*
    Joe valente... To amando!
    Ainda bem que você deu um jeito de postar... Eu ficava lendo o capitulo 5 varias e varias vezes só tentando adivinhar o que ia acontecer ;) Você me viciou! kkkkk

    Posta logo :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tem que ser!kkkk
      que bom, amore!
      kkkkkkk
      essa era a intenção! hahaha
      postado, linda!
      beijos

      Excluir
  3. se eu fosse a demi,eu perdoava o joe,coitado,ele pediu "desculpas" e tá enfrentando um cara,com uma arma.
    posta logo,quero saber o que o joe vai fazer.
    beijos.<3<3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, ele está se redimindo!kkk
      postado, amore!
      beijoks <3

      Excluir
  4. acho que a Demi podia desculpar o Joe, pois ele pediu desculpa, coitados de enfrentar o assaltante.
    Posta logo
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. coitados mesmo!kkkk
      postado, linda!
      beijos

      Excluir