09 janeiro 2013

My feelings - capítul 20 - abra os olhos e veja que nem tudo está perdido!(último)



Tenha coragem para enfrentar as consequências de seus atos. Repeti mil vezes essa frase pra mim mesma em pensamento na frente do espelho. A sensação de descontar toda a minha raiva e ódio na escola inteira ontem foi ótima, pelo menos, nos primeiros dez minutos. Depois uma culpa por ter estragado a noite de alguns me fez derramar algumas lágrimas e uma vergonha de dar as caras hoje na escola me fez ter pesadelos onde eu era humilhada várias e várias vezes pelos alunos revoltados.
Ainda estou na frente do meu espelho gigante no quarto, o vento que entra pela janela não deixa que meus cabelos permaneçam quietos, meus olhos denunciam meu nervosismo e eu pareço buscar em meu próprio reflexo, alguma segurança que fosse para acreditar que tudo daria certo. Mas a minha falta de ingenuidade me impedia de crer nessa ilusão barata.
Com certeza, hoje o dia seria épico!
Respirei fundo e finalmente abri a porta do meu quarto, sentindo o medo imperar em meu peito a cada degrau que eu descia.
Dallas: você tá pronta? - disse quando me avistou adentrando a sala. Dallas entendeu perfeitamente o por que de eu ter feito aquilo, e, ao contrário de mim, ela não achava que eu devia ter vergonha por ter sido a primeira naquela escola a dizer a verdade -
Demi: eu posso ficar em casa, mãe? - disse manhosa quando ela já passava com sua bolsa no braço para sair também -
Dianna: se sente mal ou coisa assim? - passou a mão por minha testa e rosto para medir minha temperatura como se eu estivesse com febre -
Demi: não, mas... - Dallas me interrompeu -
Dallas: ela vai pra escola, não precisa ter medo!
Demi: como você sabe, pedras vão ser atiradas em você?
Dallas: para de besteira, vamos logo! - resmungou  e eu bufei jogando minha cabeça pra trás -

Entramos no carro, minhas mãos suavam, minhas pernas tremiam, meu coração doía de tão rápido que batia e eu respirava fundo na tentativa frustada de normalizar meus batimentos.
Dallas: Demi, para, você tá me assustando! - disse quando chegamos finalmente -
Demi: por favor, Dallas, me deixa voltar pra casa?
Dallas: nada disso, encara os seus medo, amadureça! - por quê será que essa palavra sempre me deixa tonta? -

Respirei fundo pela milésima vez só naquela manhã e desci do carro, já esperando a corda em volta do meu pescoço. Mas algo muito estranho aconteceu, ao entrar no enorme prédio, as pessoas não me olharam esquisito ou vaiaram de mim, só...bateram palmas?!
Como assim?
Esbocei um sorriso feliz e continuei caminhando, até que encontrei Ster e me aproximei dele para pedir uma explicação.
Demi: o que tá acontecendo aqui?
Sterling: parece que seu discurso de ontem causou um grande impacto na escola, alguns alunos finalmente entenderam que o importante não é a aparência e sim o que se tem no coração!
Demi: então...chega de inferiorização?
Sterling: não exatamente, algumas pessoas ainda estão tentando se acostumar com essa mudança repentina da maioria, mas...você conseguiu! - sorri largamente e o abracei forte - que isso, vai me esmagar! - avisou rindo e eu o soltei -
Demi: nem acredito que isso tá acontecendo!
Dallas: é, nem eu! - disse entediada - eu tenho que ir pra aula, te vejo mais tarde!
Demi: tudo bem! - e ela foi fazendo uma careta a cada vez que via um antigo popular abraçando um antigo esquisito, eu ri disso - eu também tenho que ir!
Sterling: tá bom! - sorriu e eu saí -

Caminhei até meu armário e pus algumas coisas lá dentro, fechei e ajeitei minha bolsa no ombro, mas quando estava indo pro bebedouro, alguém me puxou pra dentro do armário do zelador.
Joe: não é tão simples me dispensar o quanto você pensou, não é? - disse no meu ouvido, o lugar era tão apertado, ainda mais com os objetos de limpeza lá dentro -
Demi: to vendo isso, agora! - ri - por quê isso mesmo? - ele pegou minhas pernas e as puxou contra seu quadril forçando nossas intimidades por cima da roupa e eu gemi baixo -
Joe: por isso! - sorriu safado - sou homem, sabia?
Demi: sei disso melhor do que ninguém! - disse lembrando-lhe da única noite que passamos junto - mas isso não significa que é fácil perdoar o que você fez! - ele ficou sério e me soltou -
Joe: sabe que eu não fiz por mal, ela me forçou!
Demi: mas você retribuiu!
Joe: fi só um beijo, nada comparado com o que o Sterling fez com você e ainda assim continuou com ele!
Demi: foi diferente!
Joe: por quê?
Demi: por que eu não o amava! - ele foi pego de surpresa e vi uma certa tristeza rondar sua expressão, até que seu olhar se voltou pra mim novamente -
Joe: então você admite que me ama? - sorriu sapeca de novo e me pressionou contra a parede, eu sorri -
Demi: quem eu to querendo enganar?

O puxei com mais força que o normal para um beijo mais que desesperado. A quem diríamos o contrário? Nossos corpos ardiam de desejo um pelo outro e isso ficava mais do que claro a cada beijo. Joe começou a elevar minha blusa, mas eu o impedi.
Joe: o quê? - perguntou ofegante e eu sorri mordendo seu lábio inferior -
Demi: armário do zelador! - lembrei e ele riu -
Joe: é, tem razão, mas de hoje você não me escapa!

Agradeci a todos os santos pelo corredor estar vazio quando saímos.
O resto das aulas foram um tanto constrangedoras, pois alguns professores fizeram questão de lembrar do meu discurso e eu tive que falar alguma coisa, mas fora isso, foi tudo bem!
Na volta pra casa, estávamos eu, Joe, Dallas e Sterling. Fomos abordados por Ian, Brenda e Karen. O que eles queriam?
Brenda: Demi, eu só queria dizer que...eu sinto muito por tudo o que te fiz, eu não sabia sobre o seu pai, apenas chutei, nem imaginava ser verdade! Me desculpa!
Demi: tá tudo bem! - sorri -
Brenda: legal! - sorriu de volta -
Karen: a Brenda não te provocou sozinha, eu também participei disso, me perdoa!
Demi: sem problemas, beleza?
Karen: tá e pra compensar, quero convidar vocês pra uma festa que vai ter lá em casa, hoje! Topam?
Demi: Dallas?
Dallas: por mim, tudo bem, que horas?
Karen: às oito, vejo vocês lá! Até mais! - saíram, mas Ian ficou mais uns segundos fitando a Dallas que o mirava séria -
Demi: ainda gosta dele?
Dallas: eu não sei...mas vamos, temos que escolher nossas roupas! - disse sorrindo animada -
Demi: vou logo avisando que eu escolho a minha! - ela bufou -
Sterling: Joe, esse papo de menina tá me entediando, vamos sair daqui? - convidou -
Joe: concordo plenamente, vamos! - e então eles saíram e eu fiquei de boca aberta, os caras estão se dando bem mesmo -
Dallas: então, a loja no centro da cidade deve estar aberta a essa hora, que tal tentarmos ela primeiro?
Demi: tenho que fazer uma coisa primeiro!
Dallas: o quê?

Dallas me levou até o correio onde eu enviei uma carta que tinha escrito a alguns dias pra Eddie, mas só agora me veio coragem para mandar.
"Me desculpa por não ter escrito todos esses anos, mas uma Demi que não devia ter comandado esse tempo todo era quem se fazia presente em minha mente.
Tanta coisa mudou...inclusive eu, mas continuo a mesma, como? Quem sou agora estava apenas escondida, procurando um jeito seguro de se libertar, agora que eu encontrei, não há jeito de impedir!
Sou apenas uma garota, não sou uma mulher como você acredita.
Fiquei pensando nos últimos tempos em quantas vezes eu repeti a palavra EU, e aí pensei: existem outros 7 bilhões de criaturas no planeta, como uma mãe e um filho que encontrei um dia desses, estamos perto do natal e eles não estavam preocupados com a falta de segurança de conforto, para eles, apenas o fato de estarem juntos e estarem bem era o que importava, nada mais!
Esse pensamento me fez pensar que mesmo tendo cometido tantos erros, sei que você se arrepende e acredite, Eddie, quando eu digo que você é meu pai! 
Eu te amo!"

Fim

Me desculpem se o final foi meio tosco, mas eu terminei apenas por que me senti na obrigação, muitas me abandonaram aqui no blog e eu fiquei mais que triste!
Espero que isso não seja assim na segunda temporada de Para sempre nós!
Aliás, eu vou postar a sinopse hoje se der, mas se não der, será amanhã!
Comentários respondidos (aqui)
beijos!

9 comentários:

  1. Eu me arrepiei kkkkkkkkkkkk
    Velho, ficou d+!
    Quero logo a segunda temporada de para sempre nós :)
    Tipo...
    ''Tanta coisa mudou...inclusive eu, mas continuo a mesma, como? Quem sou agora estava apenas escondida, procurando um jeito seguro de se libertar, agora que eu encontrei, não há jeito de impedir!''
    EU AMEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEI! Essa parte!
    Velho, ficou perfeito!
    Tipo... o armário do zelador é ÉPICO kkkkkkkk
    AMOOOOOOOOOOOOOOOO!
    Posta logo amore *-*
    bjs gata! ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada mesmo linda, não conseguia pensar em nada pro final e o que saiu foi isso, que bom que deu certo!:D
      Postado amore meu!<3
      bjoks *-*

      Excluir
  2. O.M.G.
    p
    E
    R
    F
    E
    I
    T
    O
    a carta,foi realmente lindaaaa <3 apaixonei pela carta,ta de parabéns.
    ficou mesmo perfeitoooooo, eu queria que a dallas fica-se com o Ian,eu sei que ele e um canalha,mais todo mundo merece uma segunda chance. kkkkkkkkkkkkk,
    posta logoooo a segunda temporada de "PARA SEMPRE NÓS"
    ta parecendo que vai ser mais perfeita que a primeira.
    beijos thaly <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ooownnn, obrigada, lindaaa!!
      eu não botei pra eles voltarem por que tipo, ele traiu muito ela pra ela voltar assim pra ele, entende? Daria meio que um mal exemplo!kkkkk
      Postado, ale, bjs

      Excluir
  3. oiii prima!! eu exclui aqueles meus blogs todos!! pq eu não fazia sucesso algum então eu fiz outro e estou focando nele..ainda estou ajustando muitas coisas nele,mas pode dar uma olhadinha??
    http://sonhosnathalee.blogspot.com.br/ BEIJOOS thalya!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. já visitei e to seguindo, prima, bjks

      Excluir
  4. Eu me arrepiei toda kkkkkkkkkkkk mas estou a falar a serio
    Quero logo a segunda temporada de para sempre nós :)
    Mas sabes que agora adoro os teus blogs mesmo!!
    Posta logo
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, amore!*-*
      kkkjá postei!:)
      oownnt, também amo os seus!
      bjs

      Excluir
  5. eiii prima,eh sérioo oq achou do meu blog?? vc sabe q eu adoro o seu eh mto liindo,e se vc de me ajudar a divulgar..ok? me responde*

    ResponderExcluir